Cores e Nuvens (2011)

by Lobos de Calla

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
04:23
2.
02:55
3.
03:14
4.
05:01
5.
6.
04:41
7.
8.
9.
10.
03:05
11.
12.

credits

released December 14, 2011

Ficha Técnica:

Arranjos: Lobos de Calla
Produção Musical, Mixagem e Masterização: Daniel do Vale
Capa, Concepção Gráfica e Fotos: André Burian
Técnico de Gravação: Raphael Negromonte
Vocais Gravados no Estúdio Sync (Belo Horizonte), em maio de 2011
Bateria gravada no Estúdio Locomotive (Belo Horizonte), em março de 2011
Guitarras, violões e baixos gravados por Daniel do Vale em abril de 2011

tags

license

about

Lobos de Calla Belo Horizonte, Brazil

Rock band from Belo Horizonte / Brazil, composed by Diego Mancini (bateria), Bernardo Silvino (baixo) e Eduardo Ladeira (vocal e guitarra), with three albums on the records.

contact / help

Contact Lobos de Calla

Streaming and
Download help

Track Name: Amor Moderno
Fale mais sobre a sua condição
O que é que você vai pôr na minha mão?
Carro do ano e um ap de “barão”?
Qualquer coisa além de água e pão

Mas vê se não demora, meu bem
Não tenho tempo a perder
Se você é dura, me fale de cara
Apenas fale de cara

Eu cansei de ser o “bobo da corte”
De acreditar que o amor
Sem interesse, sincero
Pode prosperar

Você é uma princesa, mas beleza não põe mesa
Quero sangue azul, eu quero sangue da nobreza
Pode ser mulata ou uma norueguesa
Qualquer coisa que me tire da pobreza

Eu sei, já fui um cara antiquado
Mas eu me convenci
De que o amor moderno é uma farsa
Mas é melhor pra mim
Track Name: Trilhar
Trilhar
O caminho
Dedilhar
Eu vou seguir o trilho
Ao luar
Até a luz da manhã
Clarear
No embalo da oração
Das notas de uma canção
N’atmosfera da su’atração
Que não permite que uma dor em vão

Possa vir embalar
Os sonhos
De uma criança crescida
Eu só quero respirar
Os sonhos
E toda fonte de vida

Brilhar
No trajeto
Transpirar
Com esse suor
Eu vou plantar
Uma semente
Germinar
Na tua essência eu quero estar
Da tua áurea, partilhar
Nas tuas águas, mergulhar
E quando a nossa canção tocar

Que possa vir embalar
Os sonhos
De uma criança crescida
Eu só quero respirar
Os sonhos
E toda fonte de vida
Track Name: Beijar
Beijar
Beijo novo
De manhã
Beijar
Você
Toda hora
Hortelã
Agora
Beijar
De novo
Hortelã
Toda você
Beijar
Um gosto de agora
Beijar você toda hora

De manhã
Amanhã
De novo
Recomeçar o novo

Beijar
Batom
Perfume bom
Olhar
Você
Toda hora
Sem divã
Amora
Amar
De novo
De manhã
Sempre você
Beijar
Teu rosto
Sem demora
Beijar você toda hora
Track Name: Copa
Desde o início até o fim
Quando você passa não sobra pra mim
Desde a bonança até o motim
Você passou, o que sobrou pra mim?
Eu disse não, você disse sim
O gringo vem, e o que resta pra mim?
Desde a conversa até o din-din
Você passou, nada restou aqui

Eu fiz tudo pra não ver
Mas você veio até mim

Vejo a luz da cidade, enxergo além

Desde o início até o fim
Quando você passa não sobra pra mim
Desde a bonança até o motim
Você passou, o que sobrou pra mim?
Desde o josé até o joaquim
Você passou, ninguém te viu aqui
Desde o glória até o bonfim
Você passou, ninguém te viu aqui

Eu fiz tudo pra esquecer
Mas você lembrou a mim

Vejo a luz da cidade, enxergo além

Pode vir se divertir
Eu nasci pra você rir
Track Name: Anônimo Superstar
Tudo é tão rápido
É tão curto
Não consigo mais sentir, falar, ouvir, cantar, sorrir
Tudo é barato, é tão xulo
Não consigo mais amar, viver
Nem mesmo me iludir

Na terra dos dias fáceis
Onde tudo é free
Vou escrever o meu e-book
Você vai me seguir
Na terra dos ganhos fáceis
Onde o anônimo é king
Eu vou te adicionar
Você vai me seguir

Eu estou ligado
Conectado
Nunca mais vou ser mais um
Agora eu sou “superstar”
Eu te dou aula, filosofo
Digo em quem você votar
Só não consigo mais andar
Track Name: Só

Chega de viver só
Sem emprego

Chega de viver só
Sem amor

Chega de viver só
Sem dinheiro

Chega de viver só
Sem calor

Sem família
Sem irmão
Sem puxa-saco
Sem patrão


Chega de viver só
Sem peixe de estimação

Chega de viver só
Planos

Chega de viver só
Sem andar de avião

Chega de viver só
Como um ser humano

Sem família
Sem irmão
Sem puxa-saco
Sem patrão
Sem família
Sem irmão
Vou pra outra
Dimensão

Só quero dizer que vou me mandar daqui
Eu vou só ali
Eu vou ali só
Eu vou só ali
Track Name: No Infinito Escuro do Mar
Fiz uma operação sem intervenção cirúrgica
Fiz uma canção sem cantar nenhuma música
Enchi um papel de cor sem usar nenhuma caneta
No meu universo interior a terra é só mais um planeta
Que gira em torno dos sóis
Lençóis de rios deságuam
No infinito escuro do mar

Fiz uma oração sem pensar em nenhuma palavra
Senti o poder do amor em uma floresta abandonada
Matei a minha sede sem beber nenhuma água
Eu fui posto na cruz, mas saí sem nenhuma chaga

Eu sei, eu sou, eu vou
Eu é, eu ir, eu ah...
No infinito escuro do mar

No infinito escuro do mar
Estou a flutuar
Com meus braços abertos no ar
Track Name: Estado Crítico
O mundo está em coma
Está em coma
Está em coma
Estado crítico

Arrombaram as portas do hospício
Os canibais saciam o seu vício
O ragnarok, o genocídio
O fim previsto desde o início

O mundo está em coma
Está em coma
Está em coma
Estado crítico

Caos
Calça sua cara!
Track Name: Cores e Nuvens
Aqui não tem ninguém
Tudo é diferente
Areia no céu
O ar pra pisar
Eu sou aquela nuvem
Que se espalha pelo azul
Só pra ver o tamanho do mar

O sol já se esfriou
A lua é ardente
Está queimando os corações da gente

Meus olhos que ouvem
Meus ouvidos que veem
E o vento embala as ondas que varrem
As cores do lugar
Pra dentro da alma, do quadro
Do sonho, que minha voz vem pintar

Diversos fragmentos pelo ar
Como nuvens, vou estar
Flutuando sob o luar
Track Name: Tudo Vai
Tudo vai, tudo vem
Vai o carro, vem o trem
Vão-se os dias, as histórias, as memórias
Vão-se as noites, nossos feitos, nossas glórias

E um dia também vou rumar ao fim
E as luzes vão se apagar pra mim

Tudo vai, tudo vem
Vai o carro, vem o trem
Luas crescem, luas minguam, luas novas
Luas cheias de mistérios de outrora

E um dia também vou rumar ao fim
E as luzes vão se apagar enfim

Eu vou

E o teu silêncio já não é tão ruim
Pois a tua história continua aqui
E a tua essência ecoou em mim
O teu silêncio traz-me paz enfim
Track Name: Os Ararápio Freve Ni Mim
É táxi, quentinha
Doutor e as tia
Reza que presta
Velório ou festa

Os ararápio freve ni mim

É mais do que nunca
Ap, espelunca
Cigarro, ajuda
Tem fogo?, sinuca

Os ararápio freve ni mim

É ruim de ser eu

Uma estagiária
Garçom, secretária
Eu olho seu carro
Eu sou espantalho

Os ararápio freve ni mim

Se é no mineirão
Ou no pay-per-view
Se eu compro cd
Ou se eu compro vinil

Os ararápio freve ni mim

É ruim de ser eu

Ô da mangueira,
Ô da vassoura
Ô do apito
Colé coroa!